Seminário discutiu a participação política dos trabalhadores em educação na luta da Classe Trabalhadora

Na tarde dessa sexta-feira (15), o Sinproja realizou, em sua sede, mais um seminário destinado aos (as) servidores(as) do GOAAM (Grupo Ocupacional de Apoio Administrativo ao Magistério). O evento discutiu a participação política desses servidores(as) e seu papel no cotidiano da escola. Como palestrantes, contribuíram para o debate o secretário executivo da CNTE, Edmilson Lamparina e o diretor do Sinteepe, João Alexandrino.

Edmilson Lamparina destacou a importância de mobilizar a categoria, não só os professores, mas também os funcionários. “Temos hoje no Brasil uma necessidade muito grande de estar sempre envolvendo os trabalhadores e trabalhadoras em todas as lutas, em todos os processos para que na hora do enfrentamento, haja uma consciência para resistir aos ataques dos governos de plantão”, disse.

Para o presidente do Sinproja, Ronildo Oliveira, essa pauta vem fechar os trabalhos políticos do sindicato trazendo a reflexão do ano de lutas que foi 2017 e preparando para o ano vindouro. “Com este seminário estamos agregando todo o pessoal que é do administrativo das escolas para que agora no final do ano eles possam refletir o que representa de fato a valorização dos trabalhadores da educação e em 2018 possamos alcançar mais conquistas”, relatou.

Em sua palestra o dirigente do Sintepe, João Alexandrino, ponderou sobre as condições de execução e realização pessoal para o profissional da área de educação. “Quando pensamos esse meu compromisso, essa minha profissão… até que ponto ela está me dando condição de ser um cidadão (a) digno? Se sairmos do anonimato da educação é porque sonhamos com uma vida digna”, concluiu. Na ocasião estava presente a diretoria do Sinproja.